Slogans

Pesquisar

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

REVISTA CALENDÁRIO 2000

Contribuir com dízimo é cumprir um dever comunitário.
Sou dizimista: decidimos em família, livremente, colaborar com uma contribuição fixa, mensal e permanente.
Este é o sentido bíblico-cristão da palavra Dízimo.
Dízimo não significa porcentagem de contribuição, mas compromisso consciente e generoso.
É mais importante termos o espírito do dízimo que sentirmos a obrigação do dízimo.
O dizimo marca nossa presença ativa na comunidade.
O que mede o amor é a generosidade com que se dá não a quantidade do que se dá.
O dízimo é uma opção pastoral, não uma campanha financeira.
Sou dizimista porque sinto-me comprometido com minha comunidade.
E vice-versa. Família unida pela prática do dízimo, esta unida pela caridade cristã.
Dízimo e oferta são o par de olhos que ilumina a fé e põe em prática a caridade.
Dando com alegria, nossa alegria será maior: será eterna. Nossa vida, e tudo o que temos, são dons de Deus.
Acredita? Então partilhe a vida e algo que tem.
Amor + fé + dinheiro = Dízimo, ou seja, bens partilhados e amor vivido entre os filhos do mesmo Pai.
O Dizimo sincero e resposta de amor ao amor infinito de Deus.
O dízimo é fruto de amor e é semente de amor O dízimo, para ser dízimo, tem que sair do coração, não só da carteira.
Nem Deus, nem a igreja impõem o Dízimo.
Não é imposto, nem taxa.
É sua participação livre e alegre.
O dízimo não e campanha financeira para resolver problemas de dinheiro.
O dízimo sem compromisso na comunidade, é esmola Dízimo é um compromisso, fruto de fé esclarecida e madura.
A implantação do dízimo dá novo rosto a comunidade e as famílias dizimistas.
Vou ser dizimista porque quero melhorar de vida? Errado!