Experiências

MODELO DE CELEBRAÇÃO

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

CELEBRAÇÃO DA PARTILHA II Comentários preparados a partir do Livro: Dízimo Semente de Prosperidade – O Recado Editora Ltda. AQUELE QUE FORNECE SEMENTE AO SEMEADOR ... FARÁ CRESCER O FRUTO DA VOSSA JUSTIÇA (2ª Cor 9,10)Clique em leia mais para ver toda a reflexão. COMENTARISTA – Irmãos e Irmãs.Estamos reunidos mais uma vez,como família, para celebrar a Fé. Nosso tema de hoje será: Dízimo Semente da Prosperidade. Toda semente ao cair no solo, repousa no seio da mãe terra. A terra tem os ingredientes necessários para fazê-la brotar e produzir frutos. Mas, isso só é possível, graças às potencialidades da semente. O contato da terra com estas potencialidades faz acontecer o milagre da multiplicação. TODOS - O Dízimo, ao ser colocado à disposição da comunidade, encontra os ingrediente espirituais que o fazem brotar e produzir frutos. COM. – Como a mãe terra faz brotar a semente, a Igreja dispõe dos elementos indispensáveis para vivificar o espírito. É preciso entrar na Igreja Comunidade, tocá-la, deixar-se envolver, deixar-se amar, participar. TODOS – É preciso amar, entregar-se, dar nossas potencialidades, colocar à disposição nossos carismas, ser presença viva, para que o milagre aconteça. COM. Recebamos o celebrante, os ministros e a equipe de celebração, cantando. ACOLHIDA – Cel. – A caminhada do povo de Deus é uma experiência fantástica à disposição de todos. Buscam-na os que querem . Toda a riqueza que somos e que temos, provem de uma fonte inesgotável. No lugar de o­nde veio essa riqueza, há muito mais porque é fruto de um poder criador, multiplicador. Conscientes do papel que exercemos na multiplicação dos frutos da graça e na caminhada do povo de Deus iniciemos em nome de Deus que é Pai, do Filho e do Espírito Santo. TODOS - AMÉM Cel.. – A graça e a paz de Deus nosso Pai e de Jesus Cristo nosso Senhor, estejam convosco. TODOS - Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. ATO PENITENCIAL COM. A semente, separada da terra, apesar do potencial que tem, não germina, não cresce, não dá frutos. Deixa de ser semente para ser, no máximo alimento que se acaba sem se multiplicar. A terra deixa de exercer a sua finalidade, sua missão por não ter recebido a semente para fazê-la produzir. Da mesma forma, o meu Dízimo, separado da comunidade, tem em si um valor limitado: serve para pagar despesas, pode até ajudar os pobres ou comprar algo que sirva no trabalho de evangelização, mas não tem o poder multiplicador, porque falta o elemento que vivifica, que aquece e multiplica pela ação conjunta que é a comunidade eclesial e minha presença nela. Há muitas coisas que atrapalham nosso caminhar. impedindo nossa prosperidade. Vamos cantar o hino penitencial, enquanto jogamos no fogo,através da equipe missionária do dízimo nossas preocupações, nossas dores, nossos apegos, nossos temores, nossas limitações, tudo aquilo que impede nossa presença ativa na Igreja Comunidade. (Canto Penitencial) Cel. – Deus todo Poderoso, tenha compaixão de vós, perdoe os vossos pecados, afaste de nós tudo o que acabamos de queimar e nos conduza a vida eterna. TODOS - AMÉM COM. Libertados das amarras do pecado e de tudo o que atrapalha a nossa caminhada para Deus e para a prosperidade, louvemos a Deus cantando o Glória. HINO DE LOUVOR ORAÇÃO Cel.- OREMOS (Todos oram em silêncio) Deus eterno e todo poderoso, aumentai em nós a fé, a esperança e a caridade e dai-nos amar o que ordenais para conseguirmos o que prometeis. Por nosso Senhor Jesus Cristo vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. TODOS – AMÉM. LITURGIA DA PALAVRA(Entrada solene da Bíblia) COM. Na mão fechada egoisticamente consigo reter, guardar pouca coisa. Uma miséria. Se abro um pouco a mão, consigo reter mais. Se abro a mão toda, nela seguro muito mais. Se abro minhas duas mãos juntas seguro, ainda, muito mais quantidade. Quanto mais estou disposto a dar, mais aberto estou para receber. “Quem semeia pouco, colhe pouco. Quem semeia muito, colhe com abundância.” Mais feliz é aquele que dá, do que aquele que recebe, diz São Paulo. É o segredo de Deus, no Dom da partilha. Ouçamos com atenção a primeira leitura. LEITOR - Leitura da Segunda Carta de S. Paulo aos Coríntios, C. 9, v. 6-13. ... PALAVRA DO SENHOR. TODOS: Graças a Deus. SALMO RESPONSORIAL – CANTADO COM. Quando tenho um projeto na cabeça e o vejo mentalmente materializado, ele já é realidade para mim. Se esse projeto não estiver bem definido dentro de mim, e eu não estiver decidido a lutar por ele, não será realizado. Quando quero ir além do que sou, busco as motivações. Sei que posso ir porque vejo que outros foram e eu irei também. O Dízimo deve ser um projeto de vida que encaro com a certeza de que serei bem sucedido. Serei próspero. Preciso preparar o espírito para a prosperidade. Um dos princípios naturais da prosperidade é acreditar e ser fiel. Vejamos o que Jesus nos apresenta no Evangelho. HINO DE ACLAMAÇÃO Cel. O senhor esteja convosco TODOS - Ele está no meio de nós. Cel. Proclamação da Boa + Nova de Jesus Cristo, segundo Mateus(Capítulo 25, versículos 14 a 30). TODOS - GLÓRIA A VÓS, SENHOR! ... PALAVRA DA SALVAÇÃO! TODOS - GLÓRIA A VÓS SENHOR! (HOMILIA) PROFISSÃO DE FÉ – Creio, em Deus Pai,... A PALAVRA SE FAZ ORAÇÃO - Preces da Comunidade. Cel. Irmãos, nesta oração pública e comum que agora iniciamos, ninguém, rogue apenas por si, nem pelos seus, mas roguemos todos ao Cristo Senhor por todo o povo. Todos: Ouvi Senhor, a nossa prece. Leitor - * Por todo o povo cristão, pelo Santo Padre, pelo nosso Bispo, pelos sacerdotes e todos os ministros da Igreja, invoquemos a bondade divina. * Por todos os que ainda não crêem, invoquemos o Doador dos bens espirituais. * Por todos os que não são dizimistas, invoquemos o Doador dos bens materiais. * Por todos os que entregam seus dízimos com fidelidade, invoquemos o Criador de todas as riquezas. * Por todos os que governam,para que haja partilha, invoquemos o Senhor todo poderoso. * Pela serenidade do tempo e fartura nas colheitas, invoquemos o Senhor do mundo. * Por nossos irmãos que não puderam comparecer a esta Santa Assembléia, invoquemos Aquele que conhece o coração de todos. * Por nossos irmãos que partiram desta vida, invoquemos o Juiz de todos os homens. * Por todos nós, que cheios de fé suplicamos a misericórdia de Deus, invoquemos Aquele que nos salva. * Por nós e todos os que confiamos na bondade de Deus, que faz frutificar e produzir cem por um a semente plantada, invoquemos a misericórdia do Cristo Senhor. Cel. Ouvi, ó Pai, as nossas preces e atendei com bondade as nossas súplicas. Por nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. BENÇÃO DAS EMENTES COM. O Dízimo percorre a via natural da prosperidade. Dou, não para ter mais, mas porque é bom dar para quem tem. Porque quem tem é fonte perene de prosperidade. Quem dá o dízimo compreendeu o princípio infalível da prosperidade. São muitos os testemunhos dos que tiveram suas vidas mudadas a partir da opção de serem dizimistas. Sabem que estão depositando num cofre o­nde há mais. Deus nos retribui com prosperidade o gesto de darmos o Dízimo. Não por causa do Dízimo, na base do toma lá, dá cá. Mas por algo muito mais profundo que é o seu amor por nós. Agora o celebrante vai abençoar algumas sementes que vão ser entregues a cada um e, se possível, semeadas para que crescidas e floridas sejam sinal de prosperidade em nossas casas. Ao entregar as sementes o sacerdote impondo as mãos, vai abençoar todos os participantes desta missa. (A equipe Missionária do Dízimo apresenta um cesto com sementes) LITURGIA EUCARÍSTICA. COMENTARISTA - A chuva cai, penetra na terra, encharca a terra, transborda e passa para os córregos e para os rios que correm para o mar, o­nde se evapora, sobe e volta em forma de chuva e começa tudo de novo. Se tudo o que você ganha guarda para você egoisticamente, você está impregnando o seu subconsciente da idéia de que vai precisar de tudo, porque não haverá outro para o seu uso ou necessidade. Se você partilha, você tem consciência de que, de o­nde veio aquele, virá muito mais. Deus é dono de “todo ouro e de toda a prata.” A água da chuva não volta para o mar? Da água do mar vem a chuva. Embora você não espere nada em troca, tudo retorna multiplicado. Agora, enquanto cantamos vamos em procissão passar diante do altar para entregar nossa oferta. Se não temos nada de material para oferecer, vamos oferecer nossa vida que é o dom maior. Vamos também recebe um punhado de sementes abençoadas. CANTO DAS OFERTAS - Cel.Orai irmãos ... Todos: Receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para glória do seu nome, para o nosso bem e de toda a santa Igreja. ORAÇÃO SOBRE AS OFERENDAS – Cel. Ó Deus, fonte de todo o benefício, olhai as oferendas que vos apresentamos nesta celebração da família dizimista, e fazei que os dons oferecidos se tornem auxílio e prosperidade para todos nós. Por nosso Senhor Jesus Cristo ... TODOS – AMÉM. ORAÇÃO EUCARÍSTICA P. O Senhor esteja convosco! T. Ele está no meio de nós. P. Corações ao alto! T. O nosso coração está em Deus. P. Demos graças ao Senhor nosso Deus. T. É nosso dever e nossa salvação. P. Nós vos agradecemos, Deus Pai Todo-Poderoso, e, por causa de vossa ação no mundo, vos louvamos pelo Senhor Jesus. No meio da humanidade dividida em contínua discórdia, sabemos, por experiência, que sempre levais os homens à reconciliação. Vosso Espírito Santo move os corações , de modo que os inimigos voltem à amizade, os adversários se dêem as mãos e os povos procurem encontrar a paz. TODOS: Fazei-nos ó Pai, instrumentos de vossa paz. P. Sim, ó Pai, porque é obra vossa que a busca da paz vença os conflitos, que o perdão supere o ódio, e a vingança dê lugar à reconciliação. Por tudo de bom que fazeis, Deus de misericórdia, não podemos deixar de vos louvar e agradecer. Unidos ao coro dos reconciliados cantamos a uma só vós: SANTO, SANTO, SANTO... P. DEUS DE AMOR e de poder, louvado sois em vosso Filho Jesus Cristo, que veio em vosso nome. Ele é a vossa palavra que liberta e salva os homens. Ele é a mão que estendeis aos pecadores. Ele é o caminho pelo qual nos chega a vossa paz. TODOS: Fazei-nos, ó Pai, instrumentos de vossa paz. MEMORIAL – CONSAGRAÇÃO Invocação do Espírito Santo sobre as oferendas P. Deus, nosso Pai, quando vos abandonamos, vós nos reconduzistes por vosso Filho entregando-o à morte para que voltássemos a vós e nos amássemos uns aos outros. Por isso, celebramos a reconciliação que vosso filho nos mereceu. Cumprindo o que ele nos mandou, vos pedimos: Santificai, + por vosso Espírito, estas oferendas Narrativa da Instituição P. Antes de dar a vida para nos libertar, durante a ceia, Jesus tomou o pão, pronunciou a bênção de ação de graças e o entregou aos seus discípulos, dizendo: TOMAI, TODOS, E COMEI: ISTO É O MEU CORPO QUE SERÁ ENTREGUE POR VÓS. P. Naquela mesma noite, tomou nas mãos o cálice e proclamando a vossa misericórdia o deu aos seus discípulos, dizendo: TOMAI TODOS E BEBEI: ESTE É O CÁLICE DO MEU SANGUE, O SANGUE DA NOVA E ETERNA ALIANÇA, QUE SERÁ DERRAMADO POR VÓS E POR TODOS PARA O PERDÃO DOS PECADOS. FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM. Eis o mistério da fé! TODOS: - Anunciamos, Senhor, a vossa morte e proclamamos a vossa ressur-reição. Vinde, Senhor Jesus!. Oferecimento da Igreja. Ó Deus, Pai de misericórdia, vosso filho nos deixou esta prova de amor. Celebrando a sua morte e ressurreição, nós vos damos aquilo que nos destes: o sacrifício da perfeita reconciliação. TODOS: - Gloria e louvor, ao Pai, que em Cristo nos reconciliou! Invocação do Espírito Santo para a comunhão. P. Nós vos pedimos, ó Pai, aceitai-nos também com vosso Filho e, nesta ceia, dai-nos o mesmo Espírito que arranca o que divide. Ele nos conserve em união com o Papa João Paulo II e o nosso Arcebispo Carlos Alberto, com todos os bispos e o povo que conquistastes. Fazei de vossa Igreja sinal da unidade entre os homens e instrumento de vossa paz. TODOS Glória e louvor, ao Pai, que em Cristo nos reconciliou! Intercessões. P. Assim como aqui nos reunistes, ó Pai, à mesa do vosso Filho em união com a Virgem Maria, Mãe de Deus, e com todos os santos, reuni no mundo novo, o­nde brilha a vossa paz, os homens de todas as classes e nações, de todas as raças e línguas para a ceia da comunhão eterna por Jesus Cristo, nosso Senhor. TODOS: Glória e louvor, ao Pai, que em Cristo nos reconciliou! DOXOLODIA (CONCLUSÃO) P. Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós... TODOS: Amém... (Cantado) RITO DA COMUNHÃO – P. Usando a condição de irmãos e a liberdade de filhos de Deus, digamos juntos: PAI NOSSO que estais nos céus, santificado seja o vosso nome; venha a nós o vosso reino, seja feita a vossa vontade, assim na terra como no céu; o pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. P. Livrai-nos... TODOS: Vosso é o reino, o poder e a glória para sempre! ORAÇÃO E RITO DA PAZ P. Senhor Jesus Cristo, ... TODOS: AMÉM P. A paz do Senhor esteja sempre convosco! TODOS: O amor de cristo nos uniu. Saudação da Paz. Cordeiro de Deus ... COMUNHÃO Felizes os convidados para a ceia do Senhor... TODOS: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo. ORAÇÃO FINAL OREMOS – Tendo recebido, ó Deus, de vossa generosidade, o pão do céu, nós vos pedimos que ele nos dê confiança e força para o trabalho a fim de que possamos prover tanto às nossas necessidades como às de nossos irmãos. Por nosso Senhor Jesus Cristo ... TODOS: - AMËM. COMENTÁRIO FINAL E AVISOS BÊNÇÃO FINAL P. Que o Deus de toda consolação disponha na sua paz os vossos dias e vos conceda as suas bênçãos. AMËM. P. Sempre vos liberte de todos os apegos e perigos, e confirme os vossos corações em seu amor. AMËM P. E assim, ricos em fé, esperança e caridade, possais viver praticando o bem e chegar felizes à vida eterna. AMÉM. P. A BÊNÇÃO DE DEUS TODO PODEROSO, PAI, FILHO + E ESPÍRITO SANTO, DESÇA SOBRE VÓS E PERMANEÇA PARA SEMPRE. P. Vamos em paz e o Senhor nos acompanhe. TODOS: Graças a Deus. CANTO FINAL PRECISAMOS ESTAR CONVENCIDOS: Taxas cria clientes Dízimo gera comunidades. Acyoli